Nem Abraão, nem Moisés, nem Elizeu, nem Gideão, nem Elias, nem Davi, nem Pedro, nem Paulo (nenhum apóstolo, principalmente os modernos -, PAIpóstolo + Patriarca... "cruz credo"!), nem Maria, nem papa, nem igreja (nenhuma), nem pastor, nem religião (nenhuma) -, Só tenho JESUS CRISTO como ÚNICO FUNDAMENTO (tá bom!?).

Blog criado para honrar somente o NOME do autor e consumador da nossa fé (DEUS CRISTO)! Porque DELE, e por meioDELE, e para ELE são todas as coisas. A ELE, pois, a GLÓRIA ETERNAMENTE AMÉM! ROMANOS Cp 11 Vs: 36


Aloísio, cooperador de CRISTO JESUS

terça-feira, 31 de março de 2015

JUDAS ISCARIOTES,FILHO DA PERDIÇÃO


SOBRE JUDAS ISCARIOTES


Manuscrito encontrado


Depois de ler, matéria do jornal o globo, me senti, como cristão e pastor, no dever de mostrar a verdade sobre Judas Iscariotes, é claro: tomando como base, as escrituras sagradas (bíblia), vamos ver:

No jornal, eles tratam de um texto intitulado: “o evangelho segundo Judas”.

“Tradução de texto de 1700 anos nega traição e diz que Jesus instruiu discípulo a entregá-lo”.

Bom, estão vamos tratar do assunto.

Nós cristãos cremos que a bíblia é a palavra de Deus. Então tomando como base as sagradas letras, vamos ver o que ela diz a respeito de Judas Iscariotes, confrontando com o que diz a matéria sobre o texto encontrado.

Primeiro: Chamar o que foi achado de evangelho é uma afronta à fé. O apóstolo Paulo disse aos gálatas: Mas, ainda que nós, ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema (Gl 1: 8-9).

Sabemos que Paulo estava, alertando a igreja da Galácia, sobre uns judeus que queriam impor a lei de Moisés aos gálatas, a fim de que fossem justificados. Razão pela qual, o apóstolo chamou o evangelho que estava indo além do evangelho por ele anunciado de outro evangelho (v 6). Mas o espírito que ele estava passando, era que todo ensinamento; que ultrapassa-se as escrituras, era diabólico. E todas as pessoas que pregassem essas mensagens, eram pessoas amaldiçoadas. Até mesmo um anjo vindo do céu.

Então entendemos: o evangelho que não tiver fundamento bíblico é um evangelho de maldição. E quem recebe um evangelho de maldição, amaldiçoado será.

Segundo: Negar a traição de Judas, e dizer que Jesus instruiu Judas a entregá-lo, é negar as profecias do velho testamento, que por sua vez; cumpriu-se totalmente no novo testamento.

No Cp 13, v 27 de Jo, Jesus disse: O que pretendes fazer faze-o depressa. Aqui o Senhor, não, estava instruindo-o. Cristo sabia que ele (Judas) era quem iria traí-lo (Jo 13: 21; 26). A palavra de Deus teria que se cumprir cabalmente; afim de que todos que viessem a crer fossem abençoados. O único interessado que elas (as profecias) não se cumprissem, era o diabo.


Quando Pedro chamou Jesus à parte, e começou a reprová-lo, (pelo fato de Jesus ter dito que era necessário Ele sofrer muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto, e ressuscitar no terceiro dia), Jesus disse para Pedro: Arreda Satanás Mateus! (16: 21/23). Então, entendemos que por detrás de quem escreveu tal aberração (o manuscrito), está o mesmo satanás que Jesus repreendeu. E se Jesus repreendeu satanás que usou a boca de Pedro, imagine se devemos levar em consideração, algo que supostamente teria dito Iscariotes o ladrão (Mt 12: 6). O único em que é relatado, que o próprio satanás entrou, chama-se Judas Iscariotes (Lucas 22: 3). O Senhor Jesus Cristo, chegou a dizer que Iscariotes era diabo.

Amados (as) na verdade o que está se manifestando nos dias atuais que são com certeza últimos dias; é a manifestação do espírito do anti-Cristo. Judas Iscariotes foi um dos primeiros das escrituras (novo testamento), em que foi revelado o espírito do anti-Cristo. Pois muitos anti-Cristos têm surgido (1 Jo 2: 18)...

O traidor sentiu remorso, não se arrependeu. Nem poderia, visto que era bode e bode não pode ser feito ovelha. Assim como ovelha não pode ser feita bode.


O apóstolo das gentes, disse aos tessalonicenses: Ninguém de nenhum modo vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha à apostasia, e seja revelado o homem de iniquidade, o filho da perdição (2 Ts 2: 3). O mesmo ser espiritual do mal (satanás) que usou Judas Iscariotes tem usado pessoas a serem contra a palavra de Deus. Ainda que, o que foi escrito, tenha sido escrito há 1.700 anos, como eles dizem; só nos dias de hoje isso foi trazido a baila. Mais uma razão para a igreja do Senhor Jesus Cristo ficar em vigilância.

Paulo também chama o iníquo que tem a natureza do diabo de: filho da perdição. Mesmo nome que o Senhor Jesus deu a Judas Iscariotes. ... E nenhum deles se perdeu, exceto o filho da perdição, para que se cumprisse à escritura (Jo 17: 12). Se Judas foi filho da perdição, é claro que teve um pai; e o pai, é o diabo. O inimigo também é pai, de todos que não obedeceram, não obedecem; e não vão obedecer ao evangelho.

Satanás é o pai da mentira que foi publicada no jornal o globo Sexta feira, 7 de Abril de 2006, pg 46.

No dia 8 de abril de 2006 na pg. 35 do mesmo jornal, uma teóloga da PUC-RJ de nome: Maria Clara Bingemer disse: - “Judas não é um demônio. A igreja católica nunca afirmou que ele está no inferno”. Imagine!, Se JESUS chamou Judas de diabo, quem é ela para fazer tal afirmação?!

Também o que esperar desta fonte chamada de catolicismo romano???

Mas graças a Deus, porque as ovelhas de Jesus ouvem a sua voz (Jo 10: 3). Quem não for ovelha, será incapaz de ouvir (Jo 8: 43).

POR ALOÍSIO